Colonia del Sacramento

Quando comprei as passagens para minha última viagem à Buenos Aires, eu tinha em mente alguns planos na cidade. Coisas que eu gostaria de fazer por lá e que ainda não tinha conseguido. Uma delas, era passar um dia em Colonia del Sacramento, no Uruguai.

Não sou o tipo de viajante que curte bate e volta, mas eu estava louca para conhecer a cidade e simplesmente não poderia dedicar mais dias a ela. Como acabei indo com a minha mãe e pretendia, por lá, encontrar com alguns amigos, era melhor não comprometer meus dias em Bue com eles. Deixei para ver lá como iriam ficar meus planos. No fim das contas, deu para encaixar a viagem e compramos nossas passagens apenas dois dias antes de embarcar, já lá em Buenos Aires.

colonia-del-sacramento

Saímos do porto da Colonia Express às 08:30 da manhã de uma segunda muito fria e chuvosa – o tipo de tempinho que eu amo, de verdade. Às 09:30, após apenas uma hora de balanço em uma balsa que navegava um Rio de la Plata muito agitado, chegamos ao Uruguai. A viagem é tranquila e prazerosa. Tem local para comprar o que comer, televisão para entreter e um pequeno duty free a bordo – mas também tem a galera que passa mal com o balanço do vai e vem.

Colonia é linda, encantadora, charmosa, rústica. Daquelas cidades que dá vontade de abraçar. De tatuar o mapinha no braço. Tem um clima bucólico, quase como uma cidade de veraneio fora de temporada. Me lembrou os Hamptons fora de temporada, ou alguma cidade de costa no inverno – talvez Newport, em Rhode Island.

O centro histórico é o coração da cidade – e também a primeira parada da turma que chega por lá. Guardado por uma muralha, foi tombado como patrimônio UNESCO em 1995 e ainda tem expostos os canhões que um dia o guardaram – assim como a ponte de madeira que dá acesso ao antigo portão de armas da cidade.

O rio frio, cinza e forte contorna a cidade, imponente. Para mim, ele é a principal atração do local. É quem dá todo o ar bucólico a esta ponta do Uruguai que começou a ganhar forma em 1680, quando a Colonia do Santíssimo Sacramento foi fundada pelas antigas forças Portuguesas.

A resposta Espanhola foi imediata e, em poucos meses, forças vindas de Buenos Aires tomaram conta da cidade em uma batalha que durou uma madrugada e hoje é conhecida como Noite Trágica. De lá para cá, durante muitos acordos e batalhas, a cidade se revezou na mão de Portugueses e Espanhóis. Em 27 de Agosto de 1828, o Uruguai finalmente se torna um estado independente.

Dentre os marcos históricos da cidade, e que hoje compõem as principais atrações turísticas para aqueles que a visitam, estão as ruínas do Convento São Francisco Xavier e seu belíssimo farol – com 118 degraus e uma vista 360º imperdível de toda Colonia. Localizados na charmosa Praça 25 de Março, que também abriga restaurantes, cafés, além de outros marcos importantíssimos na história da cidade, como a Casa de Nacarello,o Arquivo Regional, o Museu Municipal, a Casa de Lavalleja e o Museu Português.

Há também a belíssima Basílica do Santíssimo Sacramento, com obras de arte que datam do período colonial, e, logo ao lado, a charmosa Praça Manuel Lobo, onde estão as ruínas das Casas dos Governadores Portugueses de Colonia. Há ainda a Casa do Vice-Rei, o Museu do Azulejo, o Museu Espanhol e a icônica Calle de Los Suspiros – uma charmosa rua que corre rente ao muralha, da Praça Maior até o Rio de la Plata, e que exerce fascínio em todos que a visitam.

basilica-colonia

Enfim, Colonia é uma viagem no tempo. É um retorno ao período colonial, com casas lindíssimas, ruas de pedra, lojinhas charmosas, cafés e restaurantes com mesas na rua… Não sei bem colocar em palavras as delícias de um dia na cidade, mas Colonia me fez querer voltar. Várias e várias vezes!

Continue Reading

Buen Suspiro

Durante um bate e volta que eu fiz de Buenos Aires até Colonia del Sacramento, uma cidadezinha tombada como Patrimônio da Humanidade no Uruguai, fiz questão de conhecer uma rua super charmosa e que tem um nome lindo: Calle de los Suspiros. Nome melhor não há. A cada passo que damos por ali, realmente soltamos um suspiro. Inclusive, muitos suspiros são soltos em um charmoso wine bar (se é que posso chamar assim) que tem por lá – o Buen Suspiro.

Com uma entrada que parece que foi esculpido em uma pedra, o Buen Suspiro é um tesouro local que mistura duas coisas que eu amo: a tradição do serviço de mesa impecável com aquela rusticidade que nos faz pensar que voltamos alguns séculos no tempo. Eles tem várias opções de vinhos uruguaios, argentinos, chilenos e de diversas partes do mundo. Tudo disposto para os inúmeros visitantes que passam por lá todos os dias e desejam comprar uma, duas ou algumas garrafas para levarem para casa.

Quem quer curtir mais o ambiente do Buen Suspiro pode aproveitar para sentar por lá e pedir uma das maravilhosas tábuas de queijo que a casa oferece. Em dias mais frios, você também pode se esquentar escolhendo uma das famosas sopas feitas por lá. No cardápio há várias opções de combinados com entradas, pratos principais e sobremesas. Mas nada por lá é feito para almoçar ou jantar de verdade – é tudo mais no estilo petiscos, onde você saboreia algo muito gostoso enquanto toma um dos vinhos oferecidos na casa. E, para uma experiência ainda melhor, peça uma das mesas da área externa, que é linda de morrer!

Buen Suspiro
Calle de Los Suspiros, 90 – Barrio Sur (Centro Histórico)
Colonia del Sacramento, Uruguay
Tel: +598 4522.6160
www.buensuspiro.com

Continue Reading