Guia de Buenos Aires

Não é segredo para ninguém que eu amo Buenos Aires. Afinal, escolhi a cidade para ser o cenário da minha lua de mel e sempre indico a viagem aos amigos que ainda não conhecem a capital da Argentina. E, por isso, vou contar aqui os passeios que gostei de fazer, os locais onde amei comer, as baladas mais animadas que já frequentei e tudo de interessante que eu tiver a falar sobre Bue.

Vou destrinchar aqui no blog a minha Buenos Aires, e mostrar para vocês como há coisas naquela cidade, tão simples, mas que me deixam feliz e com o coração repleto. Sabe aquele papo de alma-gêmea? Então, acho que a minha era Argentina.

Eu amo coisas banais como andar em um ônibus tarde da noite tocando músicas boêmias; comprar chocolates ao fim do dia em um kiosco; um submarino com medialunas calentitas em um dos muitos charmosos cafés da cidade. Ou, claro, almoçar em restaurantes com mesas nas ruas e bater papo por 3 horas sem cara feia do garçom; empanadas na hora da merienda; comprinhas nas charmosas ruas de Palermo; sonhar com uma aposentadoria em Belgrano; garimpar vinhos para a noite de sexta em um chino; sair para a balada às duas da manhã.

E dormir ao amanhecer. E amanhecer praticamente ao entardecer. Junto com a cidade que tem a alma como a minha, e que me faz sentir parte de si, ainda que, na verdade, eu seja uma mera forasteira apaixonada.

UM PEQUENO GUIA DE BUENOS AIRES

Como chegar em Buenos Aires?

Saindo do Brasil, existem três maneiras para se chegar até Buenos Aires. A mais tradicional delas, certamente, é voando. A cidade possui dois aeroportos e você, provavelmente, desembarcará no Aeroporto Internacional Ministro Pistarini (mais conhecido como Ezeiza) – localizado nos arredores de Buenos e principal porta de entrada da Argentina.

Além disso, há ainda o Aeroparque Jorge Newbery – um aeroporto menor localizado dentro da cidade, no bairro de Palermo, que recebe mais vôos domésticos, mas que, vez ou outra, é portão de desembarque para alguns vôos que chegam do Brasil – principalmente da Aerolíneas Argentinas.

Para mais informações, vale a pena dar uma olhada no site dos aeroportos argentinos: www.aa2000.com.ar

Há ainda algumas linhas de ônibus que ligam o Brasil à Buenos Aires. As principais linhas partem do sul do país, porém há opções saindo, até mesmo de São Paulo. As principais companhias que fazem o trajeto de 36 horas são a Crucero Del Norte e a Pluma.

Como estamos no mesmo continente, há ainda a opção de se aventurar em uma roadtrip pelo Brasil, passando pelo Uruguai e seguir para a Argentina, tendo a oportunidade de parar em cidades maravilhosas pelo caminho – inclusive com trechos de costa marítima incrível.

Transporte:

Se locomover por Buenos é super tranquilo. A cidade é plana e dá para fazer quase todos os programas a pé – eu amo. Mas, quando for necessário, use e abuse das diversas formas de transporte que a cidade oferece: são baratos e eficientes.

O mais comum aos turistas são os taxis – e em Bue, os baixos preços nos deixam um pouco acomodados e acabamos ficando com essa opção. Cinco minutinhos dentro de um típico taxi porteño (preto e amarelo) vão te mostrar que andar de carro pela cidade é um passeio cheio de emoções. O trânsito é caótico e os motoristas são em estressados. Ja teve um que se enfiou comigo dentro do porto – correndo lado a lado com o canal. Achei que minha vida acabaria ali, debaixo d’água.

Há também o metrô – ou subte, como os locais o chamam. Para mim, depois das pernas, é o melhor meio de locomoção pela cidade. As linhas são bem espalhadas (com exceção da Recoleta), o serviço é bom e dá para andar sem grandes riscos de se perder. Para conseguir desconto na compra de várias “viagens”, vale a pena comprar um cartão SUBE, com o qual você carrega com um valor a ser utilizado no metrô.

Aliás, este cartão também é válido para se locomover de ônibus pela cidade e, ainda que não seja a escolha mais prática ou rápida dentre as três, vale lembrar que várias linhas do bus porteño são 24 horas e é uma das melhores maneiras de você ir/voltar das noites de Buenos.

Informações Úteis:

Site Oficial: www.buenosaires.gob.ar
DDI/DDD: +54/11
Voltagem: 220v

ÍNDICE DE POSTS

Buenos Aires | Bairro a Bairro
> Belgrano
> Recoleta
> Puerto Madero
> Puerto Madero (Tour Fotográfico)

Dicas de Hospedagem
> Hostel Suites Florida
> Ritz Hostel

Passeios e Dicas de Turismo
> De bicicleta por Buenos Aires
> Jardim Botânico de Buenos Aires
> Jardim Botânico de Buenos Aires (Tour Fotográfico)
> El Rosedal
> El Rosedal (Tour Fotográfico)

Dicas Gastronomicas
> Alameda
> Buller
> Café Tortoni
> Deluca
> La Parolaccia Trattoria
> Oui Oui
> Primafila
> Rondas
> Sagardi

Bate e Volta a partir de Buenos Aires
> Colonia del Sacramento (Uruguai)
> Colonia Express: A balsa que liga Buenos ao Uruguai

Outros
> Uma noite qualquer em Buenos Aires

Extra: Blogs bacanas de Buenos Aires
> Aires Buenos
> Aquí Me Quedo
> Buenos Aires para Chicas (a Amanda não mora mais em Bue – mas vale super a pena conferir!)