Por que eu pensei em acabar com o blog (E por que ele vai continuar por aqui)

Eu sei que dou umas sumidas loucas vez ou outra, mas preciso confessar que quando a minha vida está no auge da emoção, é quando eu menos fico online. Daí tudo “sofre”: blog sem atualizações, notícias escassas no Facebook, alguns tuítes perdidos – menos o Instagram: nele, costuma sempre ter fotos do que anda acontecendo. Contumava, mas se vocês repararam, até mesmo o @avidaecomoumlivro se foi. Enfim, acho que me cansei!

Quem me acompanhava por lá viu que eu estava em Bruxelas há cerca de um mês atrás – e depois as notícias pararam. Eu aproveitei muitíssimo os 5 dias que passei na capital da Bélgica, mas ando curtindo mais ainda essa fase desligada, sem uma vida agitada no mundo da internet. Eu ainda curto muito fotografar, ainda sou viciada no instagram (não a toa fiz uma conta privada para a família e os amigos) e amo mais que tudo escrever, mas o senso de obrigação estava me matando, e com ele foi-se todo o “mojo” da vida online.

Semana passada, quando recebi o e-mail do meu provedor de hospedagem daqui com blog com a fatura, veio aquele pensamento: por que não acabar com tudo? Já não tô postando mesmo! – Mas aí eu visitei várias e várias vezes o blog, sem coragem de apertar aquele botão que deletaria toda uma história que faz parte da minha, ainda que eu não estivesse satisfeita, nem mesmo, com o rumo que o blog estava tomando.

Então, ontem, quando me veio uma vontade urgente de escrever sobre um assunto super legal, eu caí na real que o que eu precisava fazer não era deletar o blog, era adapta-lo ao que me faz feliz. Então, o blog, que sempre foi um hobby, vai ser ainda mais algo apenas para meus momentos de desabafos e compartilhamentos. Ele não terá uma plataforma maior que esse espaço aqui. Não terá mais Instagram, não terá mais fan page no Facebook, não terá mil links divulgados em mil redes sociais… Porque ainda que eu ame escrever, essa tarefa do marketing pós-post estava brochando a minha relação com o espaço que começou para ser, simplesmente, meu diário virtual.

E, aproveitando o gancho, vocês vão perceber que todos os demais posts se foram né? Sim, não deletei, mas arquivei tudo. Não quero mais escrever sobre dicas de viagens e as 10 coisas que você não pode deixar de fazer no aeroporto de Dubai – faça o que você quiser. Eu sei o quanto esse tipo de postagem ajuda no planejamento de uma viagem. Sim, eu consumo esse conteúdo frequentemente, mas produzi-lo não é o que eu quero fazer aqui nesse cantinho da internet.

Então, sejam bem vindos ao meu novo blog – que nem é tão novo assim. E quem quiser ficar por dentro das atualizações, vai ter que ser old school e me fazer uma visita aleatória vez ou outra. Ou você pode assinar o feed deixando seu e-mail aqui ao lado e, sempre que eu postar, você vai receber uma mensagem de que tem conteúdo novo por aqui. A gente se vê!

Um comentário

Comentários estão fechados.